Sobre

Conheça as etapas
de uma trajetória

Minha
Vida

Nós somos
conhecidos e reconhecidos
pelo que fazemos!

  • Em 1973

    Nasceu no dia 23 de novembro de 1973, no Hospital e Maternidade Pro-Matre, na Praça Mauá (RJ). Criado em Irajá até os 13 anos e vivendo com muitas dificuldades, um ano mais tarde se mudou para o Engenho Novo, onde passou toda sua adolescência e fez grandes amigos, além de iniciar sua carreira esportiva.

    Durante um jogo com os amigos da rua, no Campo do Baroneza, o jovem atleta foi chamado por um dos diretores do São Cristóvão para começar a treinar e jogar por esta agremiação. Na época, o time estava sendo montado e se juntou a Leonardo, Catanha (que jogou mais tarde na Espanha), Renatinho (que se tornou o capitão do Duque de Caxias na subida da Série C para Série B) e ainda mais tarde, vindo do Futsal, Ronaldo Fenômeno.

  • Em 1987

    Em 1987, começava uma nova fase no Botafogo FR, saindo do juvenil e indo para o juniores. Nesta época, Leonardo sagrou-se bicampeão brasileiro Juvenil. Quando atuava no juniores, devido à mudança da diretoria do clube, se transferiu para jogar na França, especificamente em 1991, atuando por uma temporada no Iris Club Croix. Devido à contusão, precisou retornar ao Brasil.

  • Em 1992

    Em 1992, Leonardo voltou ao Brasil para jogar no Madureira EC, onde conseguiu o título Carioca da Segunda Divisão, colocando o tradicional clube na Primeira Divisão, onde ele permanece até hoje. Vale ressaltar que esta conquista se deu de forma invicta.

    Em 1993, já com o time na primeira divisão, recebeu a proposta para jogar no Americano de Campos, visando à disputa do Campeonato Carioca. A partir desse momento, Dr. Eduardo Viana, já começa falar do perfil de liderança e que quando encerrasse a carreira o goleiro tinha tudo para se tornar um manager de clube. "Fiquei com isso na cabeça e ao fim do campeonato recebi o convite do Lula Paiva (treinador) e Walquir Pimentel (dirigente e ex-árbitro de futebol) para integrar o time do CE Arraial do Cabo, quando conseguimos o título da Segunda Divisão Especial, atingindo o objetivo do clube", relata.

  • Em 1994

    Em 1994, aconteceu a primeira experiência internacional de Leonardo, ao trabalhar, no primeiro semestre, no comando da Seleção da Austrália sub-15; e, no segundo semestre, na Seleção dos EUA sub-17, onde permaneceu até fim de 1996. O treinador lembra que as duas experiências foram fundamentais para seu aprimoramento profissional, quando aprendeu métodos diferentes.

    Em 1997, voltou ao Brasil para trabalhar no Cianorte EC, no projeto de formação de uma nova equipe profissional, com jogadores do Estado do Paraná, que resultou na conquista do Titulo da Copa Norte Paranaense, quando foram revelados diversos jogadores, entre eles Pedro Oldone, que se transferiu para o Atlético Paranaense.

  • Em 1997

    Em 1997, voltou ao Brasil para trabalhar no Cianorte EC, no projeto de formação de uma nova equipe profissional, com jogadores do Estado do Paraná, que resultou na conquista do Titulo da Copa Norte Paranaense, quando foram revelados diversos jogadores, entre eles Pedro Oldone, que se transferiu para o Atlético Paranaense.

    Em 1998, Leonardo recebeu o convite para ir o Botafogo FR, para trabalhar na base. Passando por todas as categorias de formação, vários títulos foram conquistados: campeão Brasileiro de Juvenil e tricampeão Estadual de Juniores.

  • Em 2001

    Em 2001, mais uma mudança de rumo: Trindad e Tobago, auxiliando a Julio Cesar Leal e a chance de trabalhar ao lado de Renê Simões, foi mais um prêmio para o jovem treinador. "Aprendi muito e utilizo muita coisa que aprendi ate hoje", observa.

  • No Final de 2001

    No fim de 2001, de volta ao Brasil e ao lado de Luiz Antonio Zaluar, Leonardo foi para o Goytacaz, um clube modesto do Interior do Rio de Janeiro, mas que foram corretíssimos em tudo que trataram com Vitorino. "Eles ainda foram pé-quente, pois de lá recebi a proposta para o maior de todos os desafios: África, mais especificamente Angola. Objetivo: pegar um time recém-formado e com total apoio do presidente da República, com o objetivo de levar em quatro anos, o time da terceira divisão para primeira, além de revelar jogadores para Seleção. Objetivo cumprido no quarto ano; fora isso, Angola esteve no Mundial, logo depois. Quer coisa melhor?", comemora.

    Após o objetivo atingido e palavras cumpridas, tanto da parte de Leonardo Vitorino, como de dirigentes angolanos, o treinador recebeu o convite para disputar a Liga Universitária Norte-americana. "Pegamos um modesto time que estava no 10º lugar e colocamos na segunda colocação, classificando para fase Nacional", relembra.

  • Em 2007

    Em 2007, a pedido do amigo e treinador Rubens Filho, foi trabalhar no futebol capixaba, fazendo uma dobradinha espetacular e com apenas dez dias para preparar um time, a dupla conseguiu levar o time a campeão do Primeiro Turno invicto e vice-campeão, classificando para a Copa do Brasil, o Estrela do Norte FC. "Foi uma experiência e tanto, pois vinha de métodos moderníssimos de treino e estrutura maravilhosa, para um clube que tinha suas limitações normais de qualquer clube brasileiro", relata.

  • Em 2008

    Em 2008, apos rápida passagem pelo Macaé Esporte, onde Leonardo Vitorino foi muito bem recebido, se transferiu para o América FC, a convite do presidente, para trabalhar com Carlos Roberto, que vinha do título de campeão Estadual, no Rio, com o Botafogo FR. "Eu dirigia o juniores e ele o profissional, com total entrosamento, pois tive a liberdade de formar a minha comissão técnica no juniores. Quando iniciamos a preparação para a Copa Rio, meu preparador físico, Fabio Siqueira, recebe o convite de Marcio Souza, que trabalha há anos no Qatar, para ir para o mundo árabe. Imediatamente, condicionou sua ida desde que pudesse trabalhar ao meu lado, pois gostava de meu método e modo de atuar", conta.

  • Em 2009 / 2010

    Ocorreram os títulos de bicampeão na Base do Al Gharafa Sports Club, da temporada de 2007/2008, e a boa campanha na temporada de 2008/09, classificado na Copa Emir entre os dois melhores do Qatar.

    Na temporada de 2009/ 2010 passei a trabalhar como auxiliar de Caio Jr no Time Profissional do Al Gharafa, onde nos consagramos Campeões da Star Cup.

  • 2011/2012

    O Al Gharafa recebe o reconhecimento pela Federacao de Futebol do Qatar como melhor trabalho de base do Pais.

  • 2012/2014

    Leonardo recebe proposta para o El Jaish do Qatar e inicia o trabalho de coordenação técnica do Clube , onde diversos jogadores começam a participar do time profissional e o Clube consegue se classificar para Champions League Asiática.

  • 2014

    Em novembro de 2014 Leonardo inicia seu trabalho no Buriram United Football Club como Diretor Executivo.